Marketing Digital: Planejamento de curto prazo garante boas vendas para o Natal

Épocas sazonais, como Dia das Mães, dos Pais, das Crianças e o próprio Natal são excelentes para movimentar o mercado de e-commerce, mas podem também se tornar grandes armadilhas para o lojista que não estiver bem preparado. Isso porque, com a intenção de aumentar o faturamento, são comuns grandes investimentos em marketing digital. O problema é que eles nem sempre são feitos por profissionais de mercado, o que gera um alto custo para pouco resultado.

Para quem pretende garantir um bom faturamento na temporada pré Natal é importante saber que não só é possível, como é essencial desenvolver um planejamento de marketing digital a curto prazo. O investimento diversificado, mas sem estratégia, pode ser um verdadeiro tiro no pé. Nessa época há um aumento considerável de empresas que procuram esse serviço, o que faz com que os preços dos canais de divulgação online fiquem inflacionados. É a lei da oferta e da procura.

Utilizando o Google como referência, pois ele é um dos maiores geradores de trafego para 90% dos e-commerces, notamos o que acontece com o valor pago nos lances de algumas palavras-chaves nesse período. Funcionando como uma bolsa de valores, quanto mais empresas compram uma determinada palavra-chave, mais cara ela passa a ser. Dessa forma, as palavras que são consideradas mais atrativas tendem a ter o seu preço muito inflacionado. Para contornar essa situação, é possível comprar algumas dessas palavras alguns meses antes, assim quando chegar a época de Natal, a campanha do anunciante já terá um bom histórico e estará melhor posicionada.

Para aqueles que pensam que não há nada a ser feito nesses dois meses que faltam até a data festiva, não há motivo para desespero. O foco deve ser em potencializar o que está em funcionamento e não em montar uma nova estratégia – principalmente se esta não for desenvolvida e acompanhada por um profissional especializado. Vale lembrar que nessa época as grandes empresas trabalham com estratégias mais agressivas, como por exemplo, oferecendo frete grátis, dificultando a atividade de empresas menores.

Outra tática que pode render bons resultados é a diferenciação. Deixar a loja virtual customizada, com a temática natalina é uma forma simples – porém eficiente - de chamar a atenção do consumidor. O mesmo vale para a disponibilidade de produtos sazonais, que têm mais saída nessa época. Embalagens e kits especiais de Natal também são boas opções, já que mostram o cuidado da loja em oferecer não só um produto de qualidade, mas que também se preocupa com a apresentação do embrulho.

E que tal aproveitar que está em ambiente online para utilizar a seu favor ferramentas gratuitas disponíveis? Invista em promoções nas redes sociais de sua loja virtual ou mesmo ofereça descontos do tipo: compre 3 e pague 2.

Outro ponto relevante e que fará diferença na hora de conquistar consumidores é estabelecer uma relação que vá além da comercial. Mostre que sua loja se preocupa com o feedback e satisfação da compra. Deixe claro também, que a loja faz trocas caso se faça necessário. Parecem detalhes, mas estas podem se tonar grandes barreiras no momento de decisão.

Depois de conquistar as tão disputadas vendas, outra preocupação que o lojista de pequeno e médio porte deve ter em mente é a questão do prazo de entrega - principalmente no período de final de ano, em que há maior demanda. Mais de 80% das empresas dependem do Correios, ou seja, é preciso prever possíveis atrasos nas entregas, e já ter um plano B, como manter uma empresa de logística parceira na reserva.

Como é possível notar, são diversas questões que devem ser levadas em conta, e que fazem do marketing digital um dos grandes responsáveis para melhorar a conversão dos e-commerces. No entanto, o ideal é não deixar para pensar em melhoras somente na época do Natal, e sim tornar essa ferramenta um aliado da empresa durante o ano todo. Assim, a loja virtual consegue chegar nessa época com a plataforma de e-commerce preparada para receber maior volume de trafego e gerar mais vendas.

Artigo encaminhado por Eduardo Sani, consultor de Marketing Digital da Uselink (www.uselink.com.br) e desenvolvedor do programa de 14 semanas baseados no modelo de performance europeu.  Já foi responsável por trabalhos digitais do Grupo Pão de Açúcar, Cyrela e Fastshoes  e teve passagens pelo Grupo TV1 e Inter.net.


Postagens

Perfil

Contatos:

Celular (TIM):
35 991 531 100

E-mail:
fernandoluigi57@gmail.com

Skype: fluigi2000