6 dicas para ter sucesso no mundo da convergência das mídias

:: por Leonardo Araujo ::

Em palestra realizada nesta sexta-feira, 23, no Sinapro-SP, Antonio Rosa Neto, publicitário e criador da primeira empresa especializada em mídia do Brasil, a Dainet Multimídia e Comunicações (em japonês "dai" significa “primeira” e, em inglês, "net" significa “rede”), exemplificou como o cenário atual vem modificando o mundo das comunicações.

O Adnews e divide a apresentação de Toninho Rosa, como é conhecido, em 6 dicas que podem ajudar os interessados na convergência das mídias do mundo contemporâneo e sua aplicação na propaganda.

1 – Não entender o cenário atual é bom

Citando o case da F/Nazca para a Honda – um livro que compila frases históricas de quem não acreditou na tecnologia – Toninho ressalta que entender o cenário atual não é recomendável, nem possível.

“Se você não está confuso com o que está acontecendo, não está entendendo nada”, afirma complementando dizendo que é preciso sempre buscar o entendimento, mas nunca permanecer na zona de conforto pensando que sabe tudo.

2 – O rápido irá vencer o grande

Os grandes não irão vencer. Eles serão ultrapassados pelos rápidos. “Se o grandão não for rápido, e tende a não ser rápido, vai se dar mal”, diz citando exemplos de grandes veículos brasileiros em dificuldade financeira.

3 – Profissional polivalente

O mercado, em mudanças constantes, não admite um profissional que não se renove. “Não adianta querer dar ideias que não são pertinentes ao negócio do cliente. É preciso também saber tudo sobre internet e, é claro, ser persistente”.

4 – Estamos só no começo

Durante sua apresentação, Toninho exibiu um infográfico que representava a criação do mundo em 24 horas. A criação do ser humano neste “Gênesis de 24 horas” se daria próximo do fim, às 23h59 minutos e 58 segundos, ou seja, estamos só no começo.

“Como não temos a capacidade de entender que tudo está para ser criado? Estamos no estágio de Toffler, da terceira onda”, reflete citando o livro “A Terceira Onda”, de Alvin Toffler.

5 – Seja a mídia

Segundo Toninho, toda grande empresa vai se tornar uma empresa de mídia no futuro. Citando exemplos da Coca-Cola com sua rádio, grife de roupa, entre outros, o publicitário ressaltou esta tendência entre as marcas. “Elas não irão necessitar de um veículo para ter contato com seu público”.

6 – Nichos

Para o publicitário, está cada vez mais caro alcançar um grande público com os anúncios tradicionais. A solução? “Mude seu conceito”. É preciso migrar a comunicação para o segmento de mídia de nicho e, para Toninho, o Big Data é uma das principais tendências para um futuro benéfico dos anunciantes e suas agências. “O AdWords, do Google, já entrega para o consumidor o que ele está querendo. Isso irá crescer para a televisão e outros veículos. É um processo irreversível”.


Redação AdNews

Postagens

Perfil

Contatos:

Celular (TIM):
35 991 531 100

E-mail:
fernandoluigi57@gmail.com

Skype: fluigi2000